ÚLTIMAS NOTÍCIAS / Crueldade

CÂMARA COLOCA MUNICÍPIO E FUNDO DE PREVIDÊNCIA PERTO DE COLAPSO FINANCEIRO

Quinta-feira, 10 de Agosto de 2017

Visualizada 33 vezes

Parte de vereadores rejeita proposta do Executivo e aprova parcelamento com o FUNPAUR em apenas 36 meses. Pedida era em 200 meses


 

Nada que está ruim que não possa piorar. É com esse sentimento que a população acordou após a Câmara de Vereadores rejeitar projeto da Prefeitura a realizar parcelamento da dividida com o FUNPAUR (Fundo de Previdência Social de Uruana) em 200 meses. A matéria foi aprovada, com emenda, para apenas 36 meses. Com a decisão, a Prefeitura deve continuar inadimplente e não poderá receber diversos recursos estaduais e federais, sob a pena da paralisação e falta de pagamentos a serviços, por exemplo.

 

Com o plenário lotado, diante a presença do Cássio Gusmão, da primeira-dama Divina Arruda, secretários, servidores e população em geral, a intenção dos que compareceram era sensibilizar parte dos Vereadores. Antes da votação, o gestor do fundo de previdência municipal, Carlos Henrique, levou a conhecimento de todos os presentes e também aos vereadores a real situação financeira do órgão. “A dívida hoje ultrapassa a casa dos R$ 2 milhões e tenho certeza que o parcelamento deve ser em 200 meses. Menos que isso o município não consegue arcar. Único objetivo desse projeto é regularizar a situação da prefeitura junto ao Fundo. Se forem contra, vai continuar a mesma coisa, e quem será prejudicado seremos todos nós.”

 

O prefeito Cássio Gusmão também usou a Tribuna para levar sua palavra de solidariedade aos vereadores. “A única maneira de a administração dar uma oxigenada é fazer esse parcelamento em 200 vezes. Precisamos com urgência pegar essas certidões para garantir nossos recursos. Já temos R$ 2 milhões junto ao governo do estado, então precisamos que vocês vereadores ajude nossa cidade.”

 

Todo esforço das partes não foi suficiente. Quando o projeto foi à votação, menos de um minuto o martelo foi batido: 5 a 4 no placar, e o projeto que pede o parcelamento da dívida do município em 200 vezes é aprovado com a lamentável emenda que reduz o parcelamento em 36 vezes.

 

Confira como foi o voto de cada vereador:

Antônio Alves da Costa Neto – a favor do parcelamento em 200 vezes

Antônio Fábio Moreira – contra o parcelamento

Atanes Batista – contra o parcelamento

Celmo Resende de Oliveira – a favor do parcelamento em 200 vezes

Fabrício Resende – contra o parcelamento

José Gomes da Silva – a favor do parcelamento

Lucas Batista Dutra – contra o parcelamento

Nivaldo Nicolau da Silva – contra o parcelamento

Sinomar Teixeira – a favor do parcelamento

CÂMARA COLOCA MUNICÍPIO E FUNDO DE PREVIDÊNCIA PERTO DE COLAPSO FINANCEIRO CÂMARA COLOCA MUNICÍPIO E FUNDO DE PREVIDÊNCIA PERTO DE COLAPSO FINANCEIRO CÂMARA COLOCA MUNICÍPIO E FUNDO DE PREVIDÊNCIA PERTO DE COLAPSO FINANCEIRO CÂMARA COLOCA MUNICÍPIO E FUNDO DE PREVIDÊNCIA PERTO DE COLAPSO FINANCEIRO CÂMARA COLOCA MUNICÍPIO E FUNDO DE PREVIDÊNCIA PERTO DE COLAPSO FINANCEIRO

Fonte: Departamento de Comunicação

 Galeria de Fotos

 Outras Notícias

Horário de Atendimento ao Público: Segunda a Sexta de 07:00h às 11:00h e das 13:00h às 17:00h

Atualizado em 21/08/2017 15:34:36